Notícias

  • A Gabriel Couto constrói empreendimento residencial em Lisboa 10-11-2017
    A Gabriel Couto constrói empreendimento residencial em Lisboa
    Open or Close

    A Gabriel Couto está a iniciar a construção do empreendimento residencial “OFF LIBERDADE”, na Rua do Salitre, em Lisboa, adjudicado pela Level Constellation.
    O edifício, composto por 15 apartamentos (T0 e T1 duplex), cujo alçado frontal se manifesta em perfeita harmonia com a sua envolvente imediata, tem uma linguagem arquitetónica bem enquadrada na perspetiva histórica do edifício.
    A localização da obra acarreta grandes desafios operacionais e mais uma vez serão a elevada capacidade de gestão de recursos e o continuo planeamento de projecto das equipas da Gabriel Couto que, aliadas à sua sólida capacidade técnica, assegurarão o sucesso deste projecto.

  • Gabriel Couto Constrói Nova Unidade do Hospital Sant'Ana 27-10-2017
    Gabriel Couto Constrói Nova Unidade do Hospital Sant'Ana
    Open or Close
    Gabriel Couto Constrói Nova Unidade do Hospital Sant'Ana

    A GABRIEL COUTO concluiu recentemente a construção de um novo edifício de 60 camas no campus do Hospital Sant'Ana na Parede, em Cascais. A intervenção, visou dotar o edifício de “modernas infra-estruturas”, transformando-o num “hospital polivalente”.

  • Anúncio - Conversão de Acções ao Portador 20-10-2017
    Anúncio - Conversão de Acções ao Portador
    Open or Close
    Anúncio - Conversão de Acções ao Portador

    Nº de matrícula/NIPC: 500072868
    Firma/Denominação: CONSTRUÇÕES GABRIEL A. S. COUTO, S.A.
    Natureza Jurídica: Sociedade Anónima
    Sede: Braga – Vila Nova de Famalicão
    Capital: 5.000.000,00 €

    CONVERSÃO DE ACÇÕES AO PORTADOR EM NOMINATIVAS

    CONSTRUÇÕES GABRIEL A. S. COUTO, S. A., com sede na Rua de S. João de Pedra Leital, nº 1000, 4770-464 Requião, com o capital social de 5.000.000,00 Euros, com o número de matrícula e identificação fiscal 500072868, informa que vai proceder à conversão de 1.000.000 acções ao portador, do valor nominal de 5 € cada uma, representativas da totalidade do capital social da sociedade em acções nominativas, de acordo com a Lei nº 15/2017, de 3 de Maio, e o Decreto-Lei nº 123/2017, de 25 de Setembro, conforme deliberado em reunião do Conselho de Administração do dia 19 de Outubro de 2017.
    Informa-se ainda que vai apresentar o pedido de inscrição das alterações ao contrato de sociedade e aos demais actos sujeitos a registo no registo comercial em 2 de Novembro de 2017.
    As acções a converter devem ser apresentadas na sede da sociedade até 27 de Outubro de 2017.
    Como consequência da não conversão das acções ao portador em acções nominativas, os seus titulares ficam impedidos de as transmitir de sua titularidade e o direito a participar em distribuição de resultados fica suspenso nos termos do nº 2 do artigo 2º da Lei nº 15/2017. Requião, 20 de Outubro de 2017.

    O Conselho de Administração
    Carlos Alberto Freitas Couto
    Avelino Jorge da Silva Oliveira

  • Gabriel Couto Constrói Hotel na Herdade da Aroeira 19-10-2017
    Gabriel Couto Constrói Hotel na Herdade da Aroeira
    Open or Close
    Gabriel Couto Constrói Hotel na Herdade da Aroeira

    O êxito alcançado na construção de unidades hoteleiras com características únicas e vanguardistas foi decisivo para a GABRIEL COUTO ter ganho o concurso para construir o tão aguardado hotel da Herdade da Aroeira.

    Localizada a 25 km do centro de Lisboa e apenas a 600 metros da praia, este empreendimento hoteleiro de Aroeira ficará inserido num grande condomínio de luxo composto por habitações de diversas tipologias, onde sobressaem dois campos de golfe de 18 buracos. A Herdade da Aroeira está inserida numa área preservada com 350 hectares, onde abundam alguns milhares de pinheiros e sobreiros, árvores características desta área costeira, que em conjunto com os lagos existentes proporcionam um microclima temperado na área envolvente.
    Inserido num lote com uma área de 14.878 metros quadrados, o futuro hotel da Herdade da Aroeira, da autoria do gabinete de arquitetura Saraiva + Associados será constituído por uma cave e mais dois pisos, onde se desenrolarão os 70 quartos projetados.

  • A Gabriel Couto em Cabo Verde 19-10-2017
    A Gabriel Couto em Cabo Verde
    Open or Close
    A Gabriel Couto em Cabo Verde

    A Gabriel Couto terminou com sucesso um empreendimento habitacional em Cabo Verde, com 390 fogos, no valor de 14 milhões de euros. O projeto, denominado «Casa para Todos-Praia 10», situa-se em Palmarejo Grande, cidade da Praia, ilha de Santiago e foi promovido pelo Ministério do Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território (MAHOT). Desta forma, a GABRIEL COUTO continua a apostar na vanguarda com a engenharia como motor de inovação e desenvolvimento, e vê, com esta empreitada, o seu portfólio de obras internacionais reforçado nesta área de projetos imobiliários, afirmando-se hoje como uma das maiores empresas portuguesas do sector da Construção Civil na área internacional

  • A Gabriel Couto nomeada para o Prémio CONSTRUIR 2017  na categoria  Construção, Internacionalização 13-10-2017
    A Gabriel Couto nomeada para o Prémio CONSTRUIR 2017 na categoria Construção, Internacionalização
    Open or Close
    A Gabriel Couto nomeada para o Prémio CONSTRUIR 2017  na categoria  Construção, Internacionalização

    Os Prémios Jornal Construir, cuja 10ª edição se realiza este ano, foram criados com o objectivo de homenagear e celebrar o esforço e talento de empresas e profissionais dos diversos sectores da Construção.

  • Projeto de Reabilitação de 82 Km de  Estrada nas  Honduras 10-03-2017
    Projeto de Reabilitação de 82 Km de Estrada nas Honduras
    Open or Close

    A Gabriel Couto, no âmbito da diversificação geográfica que tem vindo a seguir, assinou recentemente o contrato "Construcción de las Obras para la Rehabilitación de la Carretera de Occidente", obra a executar na região de Copán, Honduras, na América Central. Os contratos dos dois tramos do projeto de reabilitação, de US $85 milhões, assinados com a "Secretaría de Infraestructuras y Servicios Públicos (Insep) " das Honduras, correspondem a uma extensão de 82 Km. Esta nova expansão geográfica segue a estratégia da empresa, já em franca concretização no continente africano, onde em 2016 se realizaram US $ 107 milhões, cerca dois terços do volume de negócios da empresa.

  • A Gabriel Couto na reabilitação de vias urbanas de Dakar, Senegal 01-02-2017
    A Gabriel Couto na reabilitação de vias urbanas de Dakar, Senegal
    Open or Close
    A Gabriel Couto na reabilitação de vias urbanas de Dakar, Senegal

    Foi adjudicada à Gabriel Couto uma empreitada de Reabilitação das Vias Adjacentes à Estrada de Niayes, em Dakar, Senegal. A empreitada de cerca de 8.000.000 € engloba a reabilitação e beneficiação de cerca de 15,5 Km de vias urbanas num prazo de 24 meses.

  • A Gabriel Couto Zâmbia assina contrato para ampliação da Rede de Águas e Saneamento na cidade de Lusaka, na Zâmbia 31-01-2017
    A Gabriel Couto Zâmbia assina contrato para ampliação da Rede de Águas e Saneamento na cidade de Lusaka, na Zâmbia
    Open or Close
    A Gabriel Couto Zâmbia assina contrato para ampliação da Rede de Águas e Saneamento na cidade de Lusaka, na Zâmbia

    A Gabriel Couto Zâmbia assinou um contrato com a Lusaka Water and Sewerage Company (LWSC) para a execução do projecto, que se insere no Programa de Saneamento de Lusaka e será implementado ao longo de um ano. O projecto global (Abastecimento de Água, Saneamento e Drenagem), LWSSD a ser executado num período de cinco anos e com um valor de US $ 355 milhões é financiado pelo Millennium Challenge Corporation (MCC)

  • Nova Unidade industrial em Águeda para a SAKTHI Portugal 30-11-2016
    Nova Unidade industrial em Águeda para a SAKTHI Portugal
    Open or Close

    Como a nossa equipa multidisciplinar de engenharia ajudou a construir a unidade industrial autónoma em Águeda para a SAKTHI Portugal, em 10 meses.
    Filme...
    Projecto...

  • Gabriel Couto constrói entreposto logístico em Matosinhos 29-11-2016
    Gabriel Couto constrói entreposto logístico em Matosinhos
    Open or Close

    O complexo, no Lote 13 do Polo 2 da Plataforma Logística de Leixões, com uma área total de 18.145,00 metros quadrados, foi Adjudicada à Gabriel Couto pela Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) O Armazém do Lote 13 tem uma área de implantação com cerca de 8.100 m2 e um pé-direito livre de 12 metros, incluindo um “Edifício Social” com 705 m2, desenvolvido em dois pisos, bem como um “Edifício de Gabinetes” com 192 m2, localizado sobre o cais de carga O entreposto com 19 cais para carga e descarga de mercadorias, rampas niveladoras de três tipologias diferentes (veículos ligeiros, contentores e semi-reboques), de funcionamento sincronizado com portões seccionais e foles de estanqueidade, contará ainda com uma área delimitada, munida de meios de elevação próprios para cargas e descargas de semi-reboques diretamente no interior.

  • Gabriel Couto na América Latina 20-08-2016
    Gabriel Couto na América Latina
    Open or Close
    Gabriel Couto na América Latina

    Construtora avança com propostas na Colômbia, Costa Rica e Honduras África permanece como a geografia em que a construtora Gabriel Couto (GC), de Famalicão, mais prospera, mas a América Latina surge no radar como a região das novas oportunidades. A estreia pode acontecer na Costa Rica, Honduras ou Colômbia, países em que conta entregar propostas até ao fim do ano. A construtora já está pré-qualificada para duas empreitadas rodoviárias. A política de diversificação “pesquisa mercados recomendáveis e em crescimento, identificando projetos em que nos sentimos confortáveis e competitivos”, explica Carlos Couto, o representante da segunda geração que conduz a empresa familiar. A vocação da construtora reflete-se no equilíbrio na carteira atual, entre vias e infraestruturas (€73 milhões) e as empreitadas de construção civil (€65 milhões), com o segmento hoteleiro e industrial a ganhar um peso crescente. Em 2016, a faturação voltará a rondar os €100 milhões, consagrando a GC como uma das 15 maiores do sector. A opção pela Colômbia, Honduras e Costa Rica decorre “do caudal de projetos em preparação” e da verificação de que se tratam “de mercados de concorrência saudável e menos agressiva” do que noutras geografias. Foi na Zâmbia que a GC espetou a sua última lança no continente africano. Mas a concorrência chinesa e a instabilidade financeira e cambial retiram sedução à região. A adjudicação, por €15,4 milhões de um canal de drenagem de 2,6 km na capital Lusaca impulsionará a faturação no biénio 2016/17. A empreitada conta com financiamento da Millennium Challenge Corporation, uma agência americana muito ativa no continente e que, tal como a União Europeia (UE), é pouco recetiva à participação de construtoras chinesas nos concursos. Antes da Zâmbia, já a GC se destacara por acrescentar a Suazilândia à lista de mercados africanos de expressão portuguesa. Na Suazilândia, a GC opera na rede rodoviária, apoiada na base moçambicana. Atualmente, tem em fase de conclusão uma estrada de 11 km e duas pontes exigentes, numa empreitada de €17,5 milhões, financiada pela UE. Senegal e Camarões são mercados sob escrutínio, nos quais a GC já foi a jogo em concursos públicos. Se Moçambique é o principal mercado externo, rivalizando com a produção no mercado português, a operação angolana não faz jus ao passado da construtora no país. Até há dois anos, a intervenção era realizada através de uma companhia local, a Anteros, na qual tomara (2005) uma posição minoritária. Na hora de separar caminhos, o fundador optou por comprar a posição do sócio português. A GC investiu €7 milhões numa empresa de raiz transferindo 40 máquinas, entre camiões e equipamento, para o novo estaleiro. Mas a escassez de obras com financiamento ocidental e a hegemonia chinesa, beneficiando das sucessivas linhas do Governo de Pequim, impedem a rentabilização da operação. A GC admite até participar como subempreiteiro em obras adjudicadas a construtoras chinesas, que, nalguns casos, são forçadas a entregar 30% dos trabalhos a concorrentes. Até em Moçambique o domínio chinês assusta. No último concurso (um hotel) a que se apresentou, “nos sete primeiros lugares ficaram construtoras chinesas”, conta Carlos Couto. Em Moçambique, com obras em carteira de €56 milhões, a GC sente-se “confiante e entusiasmada” com a operação que tem na mineira Vale e na ANE – Administração Nacional de Estradas as principais clientes. A sucursal no país combina obras nos corredores de Gaza e Nacala com projetos urbanos como a reabilitação da Avenida Julius Nyerere, em Maputo. No mercado doméstico, Carlos Couto verifica “um dinamismo estimulante” no mercado privado. A GC está cada vez mais focada nos edifícios industriais, como a nova base fabril da metalúrgica A. Silva Matos ou a ampliação da unidade de bolachas da Vieira de Castro. Em 2016, os efeitos mais virtuosos na produção resultam da construção da fábrica do grupo indiano Sakthi, em Águeda (€12 milhões) e da infraestruturação do novo espaço da cadeia Ikea, em Loulé (€16,5 milhões). Abílio Ferreira aferreira@expresso.impresa.pt

  • A GABRIEL COUTO NA REABILITAÇÃO URBANA DO BAIRRO DA BOAVISTA - FASE 1 03-08-2016
    A GABRIEL COUTO NA REABILITAÇÃO URBANA DO BAIRRO DA BOAVISTA - FASE 1
    Open or Close

    A GABRIEL COUTO está responsável pela reabilitação e construção do futuro empreendimento Bairro da Boavista – Fase 1, tendo esta empreitada sido adjudicada pela Câmara Municipal de Lisboa (CML) pelo valor de 3.834.842,63 €, e com um prazo contratado de 465 dias de calendário. O Bairro da Boavista, localizado na freguesia de Benfica e confinante com o Parque florestal de Monsanto, foi construído pela CML na década de 40 para o realojamento das famílias provenientes de barracas dos arredores, na sequência de projetos de renovação urbana. Tendo sido alvo de sucessivas fases de realojamento, com esta empreitada, promove-se a reconstrução integral de toda a zona de “alvenarias” para realojamento dos atuais moradores e requalificação dos espaços envolventes, em melhores condições sociais e de habitabilidade. Da autoria do prestigiado Gabinete “ORANGE - Arquitetura e Gestão de Projeto”, este projeto de requalificação e regeneração urbanas contempla, nesta fase, a construção de 50 fogos divididos por 5 lotes de terreno e aposta fortemente na reorganização do tecido construído da encosta no qual está inserido, quer através da fragmentação volumétrica proposta para os edifícios, quer através da disposição das pequenas pracetas, que acomodarão as hortas urbanas individuais, promovendo desta forma a sustentabilidade ecológica da vida urbana e a sociabilidade entre os residentes. O projeto global para o futuro empreendimento do Bairro da Boavista prevê a construção de 460 fogos, de tipologias T1, T2, T3 e T4, distribuídos pelos 46 lotes, cada um dos quais acomodará um edifício-tipo constituído por 10 fogos destinados à habitação. Já com um alargado conhecimento e vasta experiência nesta área da reabilitação e requalificação urbanas, a GABRIEL COUTO vê, com esta empreitada, o seu portfólio de obras reforçado na área da requalificação urbana.

  • Adjuducação pela Embraer 02-08-2016
    Adjuducação pela Embraer
    Open or Close
    Adjuducação pela Embraer

    “Empreitada para execução da 2ª fase da montagem do E2 – Construção Civil e Especialidades” Foi adjudicada à Gabriel Couto, pela Embraer Portugal,a Empreitada para Execução da 2ª Fase da Montagem – Construção Civil e Especialidades, com um prazo de execução previsto de 5 meses. A obra, com uma grande componente de instalações especiais, correspondendo a cerca de 70% do valor da proposta, é localizada em Évora e tem como objectivo a ampliação da fabrica existente em cerca de 1500 m2.

  • Inauguração Auditório Municipal de Peso da Régua 30-07-2016
    Inauguração Auditório Municipal de Peso da Régua
    Open or Close
    Inauguração Auditório Municipal de Peso da Régua

    Da autoria do conceituado Arqt.º Belém Lima, o novo Auditório Municipal do Peso da Régua destaca-se pela sua multifuncionalidade e capacidade de interação entre design, arquitetura e a cultura, tornando-se um pólo de divulgação e promoção das mais diversas formas de arte. O novo complexo do Auditório Municipal contempla, uma sala principal com 296 lugares, uma sala multiusos para 120 pessoas, galeria de exposições, bar, com esplanada no exterior, numa relação direta com um espelho de água, albergando ainda a sede das associações concelhias de índole cultural. O parque de estacionamento subterrâneo, com capacidade para 130 automóveis, além de servir o Auditório Municipal, reforça a capacidade de estacionamento na zona comercial. O espaço exterior, entre áreas verdes e zonas circuláveis, corresponde a cerca de 10.000m2. É um espaço muito atrativo e agradável, onde se pode desfrutar também de espetáculos no palco exterior acoplado ao edifício, enquanto os mais pequenos podem usufruir do parque infantil. E tudo isto, com uma esplendorosa vista sobre o Rio Douro. Com a reconversão deste espaço público e construção do novo Auditório e Espaços Exteriores, o Município do Peso da Régua passa a estar dotado de uma dinâmica cultural própria, com todas as condições para receber organizações culturais de dimensão regional e nacional. A GABRIEL COUTO está mais uma vez de parabéns com o sucesso deste projeto magnifico e emblemático para a região do Douro Interior, prosseguindo na sua estratégia de “ajudar a construir o futuro…“

  • Visita do Primeiro Ministro à Obra da Gabriel Couto 30-07-2016
    Visita do Primeiro Ministro à Obra da Gabriel Couto
    Open or Close
    Visita do Primeiro Ministro à Obra da Gabriel Couto

    Decorreu a 21 de Maio de 2016 uma visita ao Projecto Júpiter da SAKTHI Portugal SP21 que será implantado no Parque Empresarial do Casarão, em Águeda. Trata-se de um investimento na ordem dos 36,7 milhões de euros, de instalação de uma unidade industrial autónoma em Águeda para a produção de componentes em ferro para automóveis. Os trabalhos desta empreitada têm progredido a um ritmo bastante satisfatório e é com orgulho que a Gabriel Couto contribui para desenvolvimento deste projeto, com a construção das instalações da nova fábrica.

  • Inauguração Metro Reboleira 29-07-2016
    Inauguração Metro Reboleira
    Open or Close

    Foi inaugurado no dia 13 de Abril, o troço Amadora-Este/Reboleira, o qual prolonga a linha azul da rede de metro até às freguesias de Falagueira/Venda Nova e de Águas Livres, no concelho da Amadora, com entrada em funcionamento da nova estação: Reboleira. A obra, adjudicada à Gabriel Couto, constitui um marco de grande importância na história do Metropolitano de Lisboa tal como configura um momento de especial valor para a Área Metropolitana de Lisboa (AML), considerando o seu impacto significativo no mapa de acessibilidades do concelho da Amadora. Com a nova estação Reboleira é criado um novo Interface Multimodal que reforça o sistema de transportes da AML, reunindo metro, autocarros, comboio, táxis, ciclovia, e oferecendo, ainda, parqueamento de bicicletas e estacionamento automóvel. Será possível viajar entre Reboleira e Marquês de Pombal, em 19 minutos e entre Reboleira e Baixa-Chiado, em 24 minutos. FONTE: SITE METROPOLITANO LISBOA

  • Metropolitano de Lisboa -Acabamentos na Estação da Reboleira 13-04-2016
    Metropolitano de Lisboa -Acabamentos na Estação da Reboleira
    Open or Close

    Foi inaugurado no dia 13 de Abril, o troço Amadora-Este/Reboleira, o qual prolonga a linha azul da rede de metro até às freguesias de Falagueira/Venda Nova e de Águas Livres, no concelho da Amadora, com entrada em funcionamento da nova estação: Reboleira. A obra, adjudicada à Gabriel Couto, constitui um marco de grande importância na história do Metropolitano de Lisboa tal como configura um momento de especial valor para a Área Metropolitana de Lisboa (AML), considerando o seu impacto significativo no mapa de acessibilidades do concelho da Amadora. Com a nova estação Reboleira é criado um novo Interface Multimodal que reforça o sistema de transportes da AML, reunindo metro, autocarros, comboio, táxis, ciclovia, e oferecendo, ainda, parqueamento de bicicletas e estacionamento automóvel. Será possível viajar entre Reboleira e Marquês de Pombal, em 19 minutos e entre Reboleira e Baixa-Chiado, em 24 minutos. FONTE: SITE METROPOLITANO LISBOA

  • Reabilitação Urbana da Avenida Julius Nyerer em Maputo, Moçambique 16-12-2015
    Reabilitação Urbana da Avenida Julius Nyerer em Maputo, Moçambique
    Open or Close
    Reabilitação Urbana da Avenida Julius Nyerer em Maputo, Moçambique

    O projecto WORKS FOR THE 1ST STAGE OF REHABILITATION OF JULIUS NYERERE AVENUE, em Maputo, visa escoar para norte e para sul o trânsito oriundo das avenidas transversais, nomeadamente a Av. Eduardo Mondalne, Av. Mao Tse Tung, Av. Kenneth Kuanda, facilitando assim a mobilidade de pessoas e veículos entre a Praça do Destacamento Feminino e a Praça dos Combatentes, no extremo norte da Av. Vladimir Lenine. Prevê-se a reabilitação com correcção total, desde a camada de sub-base até à camada de desgaste; e correcção dos buracos existentes, com repavimentação de toda a faixa com a camada de desgaste. Em certas zonas está prevista a remoção da camada de base, e reconstrução da caixa de pavimento e camada de desgaste em betão betuminoso. Serão executados trabalhos de terraplenagem, de drenagem superficial, de construção de passeios, de pavimentação, de implementação do sistema de sinalização rodoviária e trabalhos de paisagismo.

  • Infraestrutura Desportiva em Évora 15-12-2015
    Infraestrutura Desportiva em Évora
    Open or Close

    A obra foi adjudicada pelo Instituto Português do Desporto e Juventude, IP, pelo valor de 1.839.987,96 € e com o prazo contratado de 180 dias. O objecto da empreitada é a construção de um Campo de Jogos composto por uma Pista de Atletismo, um Campo de Rugby, edifícios de apoio, bancadas, a construção de um circuito de manutenção e a execução de todos os arranjos exteriores na área envolvente.

  • A Gabriel Couto, 14ª no Ranking da Construção Civil em Portugal 14-12-2015
    A Gabriel Couto, 14ª no Ranking da Construção Civil em Portugal
    Open or Close
    A Gabriel Couto, 14ª no Ranking da Construção Civil em Portugal

    A Gabriel Couto assegurou, em 2014, lugar entre as 15 maiores construtoras portuguesas, mais precisamente o 14.º, no Ranking publicado pelo Diário Económico, com um Volume de Negócios de 94.917.857€ em 2014. Foi um ano de viragem, com crescimento significativo do Volume de Negócios nos mercados internacionais, particularmente em Moçambique e na Suazilândia, os quais compensaram a diminuição geral da actividade em Portugal, factor transversal a todas as empresas de construção.

  • Investigação e Desenvolvimento 25-11-2015
    Investigação e Desenvolvimento
    Open or Close
    Investigação e Desenvolvimento

    A Gabriel Couto iniciou, em parceria com a Vias y Construcciones, Electrén e Universidade do Minho, um projecto de Investigação e Desenvolvimento (I&D), financiado pela IP (Infra-estruturas de Portugal O projecto tem como objectivo o melhoramento de solos no contexto da construção de infraestruturas de transporte, através da utilização de resíduos. Serão viabilizadas novas soluções alternativas para a estabilização de solos em obras geotécnicas associadas à construção de ferrovias, nomeadamente as bases da via e os aterros de ligação em terrapleno. No entanto, as técnicas em estudo no âmbito deste projecto, poderão também ser utilizadas no melhoramento de solos na construção de infra-estruturas rodoviárias.

  • Oficinas de Manutenção das Locomotivas e Vagões em Nacala 19-11-2015
    Oficinas de Manutenção das Locomotivas e Vagões em Nacala
    Open or Close

    A Gabriel Couto está a desenvolver mais um grande projecto na vila de Nacala-A-Velha, província de Nampula, a norte de Moçambique, a “Montagem mecânica das oficinas de manutenção das locomotivas e vagões” . Este projecto, valorizado em 8.407.077,79 USD + IVA, está integrado no grande projecto de exploração, transporte ferroviário (numa extensão de 900 km) e exportação marítima de carvão da empresa VALE. Uma vez mais este cliente aposta na qualidade e eficiência da Gabriel Couto para contribuir para a conclusão deste grande projecto. A execução deste projecto é de uma grande exigência dado o prazo recorde de execução de 7 meses, sendo que 2 dos quais se referiram à fase de montagem do estaleiro com 4000,00 m2 de área, zona social e ferramentarias. Para a execução da obra propriamente dita estão hoje mobilizadas 5 gruas móveis, de capacidades variáveis entre 30 e 120 ton, bem como um efectivo indirecto de 37 pessoas e directo de 110.

  • Hotel MOOV Porto Nord 19-11-2015
    Hotel MOOV Porto Nord
    Open or Close
    Hotel MOOV Porto Nord

    Hotel com com 129 quartos, na Senhora da Hora, junto ao “Norteshopping”, direccionado para o segmento de negócios e comércio. O valor da empreitada foi de 3.750.000 euros com um prazo de construção de 10 meses. O edifício tem uma área de construção total de 6.100 m2, distribuídos por 9 pisos, sendo dois abaixo do nível do solo. O edifício está fundado em estacaria, com ensoleiramento geral, tendo ainda sido executadas paredes moldadas de contenção nos alçados adjacentes aos arruamentos. A restante estrutura é composta por lajes maciças e paredes de betão armado. As fachadas são compostas por alvenaria de bloco isolsónico e revestimento exterior com sistema de fachada ventilada de material cerâmico. As divisórias interiores são todas em gesso cartonado, com isolamento acústico.

  • Visita à obra da Ponte da Siphofaneni 12-11-2015
    Visita à obra da Ponte da Siphofaneni
    Open or Close

    O processo construtivo do tabuleiro da ponte, “Sistema de Lançamento Incremental de Tabuleiro”, nunca utilizado neste país, tem vindo a suscitar o interesse de diversas entidades públicas, privadas e particulares. Assim, com o objectivo de dar a conhecer um pouco mais deste método construtivo e também de constatar o bom ritmo de trabalho que actualmente se verifica na empreitada, em particular, nesta ponte de Siphofaneni, foi agendada uma visita à obra no passado dia 21 de Outubro de 2015. Foi possível compatibilizar esta visita com a operação de puxe do 4º segmento do tabuleiro da Ponte de Siphofaneni, pelo que os participantes puderam constatar “in situ” a movimentação numa extensão de 30 metros, de um tabuleiro que neste momento tem um peso aproximado de 2000 toneladas. Com a minimização das forças de atrito entre as superfícies do tabuleiro e dos aparelhos de apoio, conseguiu-se que a força exercida necessária para deslocar esta massa enorme, fosse variando entre as 50 e as 100 ton. Para além da Ponte de Siphofaneni, foi realizada uma visita pela restante empreitada, onde foi possível constatar a conclusão dos trabalhos rodoviários desta empreitada, assim como a fase final de acabamentos na Ponte de Mhlathuzane.

  • Sistema de Drenagem em Mazyopa, Zâmbia 17-09-2015
    Sistema de Drenagem em Mazyopa, Zâmbia
    Open or Close

    Decorreu a 17 de Setembro de 2015, em Lusaka, a assinatura do contrato para reabilitação do Sistema de Drenagem em Mazyopa, na Zâmbia. A Construções Gabriel A. S. Couto, SA irá reabilitar cerca de 2.6 Km do sistema de drenagem, projecto esse integrado no Sistema de Abastecimento de Água , Drenagem e Saneamento de Lusaka (Lusaka Water Supply, Sanitation and Drainage).

  • Pessoas 03-03-2015
    Pessoas
    Open or Close

    A Gabriel Couto Moçambique está a desenvolver um vasto programa de formação em Malema, com o objectivo de melhorar as competências dos trabalhadores. As acções visam essencialmente os trabalhadores que operam num conjunto de máquinas da empresa, rectroescavadoras, niveladoras,compactadores e escavadoras, bem como chefes de equipa e encarregados de produção Ambos os programas visam assegurar e melhorar os conhecimentos dos encarregados, chefes de equipa e manobradores, com o estabelecimento de regras de operação e rentabilização dos equipamentos, ao nível produtivo. Trata-se de um vasto programa intensivo, envolvendo encarregados, chefes de equipa e manobradores dos diversos equipamentos da empresa, o que representa um forte investimento da Gabriel Couto nas pessoas, valorizando o seu conhecimento e munindo-as de competências internas, que se traduzem numa melhor gestão de equipamentos, o que afectará positivamente a manutenção dos mesmos, bem como a qualidade dos trabalhos. Está também já programado um conjunto de acções visando a segurança em obra, bem como acções de sensibilização para a saúde dos diversos trabalhadores da empresa, contribuindo assim para o cumprimento duma estratégia de acção de responsabilidade social junto de todos os que, no dia a dia, nos ajudam a construir o futuro.

  • Mais um grande investimento da Gabriel Couto em Malema, Moçambique 12-02-2015
    Mais um grande investimento da Gabriel Couto em Malema, Moçambique
    Open or Close

    Exploração de uma grande pedreira em Moçambique Localizada a 30 km de Cuamba, junto à actual Estrada N8, futura N13, que liga Cuamba a Nampula, foi instalada com o objectivo de produzir agregados britados, no âmbito do Projecto “UPGRADING OF NAMPULA - CUAMBA ROAD NATIONAL ROUTE N13”, cujo Dono de Obra é a ANE (Administração Nacional de Estradas). Dada a sua localização privilegiada, onde estão a ser desenvolvidos neste momento inúmeros investimentos, além do projecto da N13, fornece também agregados britados para outros projectos na mesma área geográfica. Prevê-se que haja volumes de rocha extraída “in situ”, da ordem dos 400.000 m3, o que representa cerca de 1.000.000 toneladas transformadas, com um ritmo médio de produção diária de 1.600 ton/dia. Para 2015 prevê-se produzir nesta pedreira cerca de 355.000 ton. de rachão britado, 40.000 ton. de agregados para pavimentos, 15.000 ton. de agregados para betão e 300.000 ton. de agregados de granulometria extensa (base) ABGE. A pedreira cumpre todas as regras de licenciamento previsto em Moçambique, tendo o Certificado Mineiro n.º 3 válido até Dezembro de 2016. A Gabriel Couto dispõe de uma equipa específica para a exploração de pedreiras e produção de agregados. A equipa é composta por um Engenheiro de Minas, um Encarregado de Pedreiras, Operadores de Britagem, Operadores de Perfuração e Substâncias Explosivas, Operadores de Dumpers, Pás Carregadoras e Escavadoras. Foi feita uma aposta forte na formação do pessoal local formando, ao longo destes 2 anos, vários operadores em todo o tipo de equipamentos e no manuseamento de substâncias explosivas. Além dos trabalhos de pedreira esta equipa, de profissionais altamente qualificados, realiza também trabalho de perfuração e desmonte com explosivos em obra. Os equipamentos existentes na Pedreira do Lúrio, divididos por sectores são os seguintes: Unidade de Britagem e Classificação- 2 primários, um moinho cónico secundário, um moinho cónico terciário e um crivo vibratório. Equipamentos de Carga e Transporte: 4 escavadoras de rastos (30 e 35 ton.), 4 pás carregadoras e 3 dumpers articulados (35 e 40 ton.). Equipamentos de Perfuração: 1 Crawler ROC de perfuração Em Setembro de 2014, foi adquirida uma nova unidade de britagem secundária e classificação, representando uma aposta e um investimento no valor de 600.535,00 €. A aquisição deste novo equipamento vai permitir duplicar a capacidade produtiva no sector secundário.

  • Infra-estruturas para o sistema de sinalização ferroviária no Corredor de Nacala 03-02-2015
    Infra-estruturas para o sistema de sinalização ferroviária no Corredor de Nacala
    Open or Close
    Infra-estruturas para o sistema de sinalização ferroviária no Corredor de Nacala

    Construção das infra-estruturas para o sistema de sinalização ferroviária no Corredor de Nacala Mais uma obra adjudicada pela empresa VALE à Gabriel Couto em Janeiro de 2015, também inserida no projeto do Corredor de Nacala, com um valor de $7.800.000 USD. Para um funcionamento adequado, o eixo ferroviário será dotado de um sistema de sinalização e controlo. Este sistema será composto de um Centro de Controlo Operacional, onde todos os comboios que circulam ao longo do corredor serão identificados e supervisionados. Além do sistema de controlo, será também implementado um sistema de telecomunicações TETRA, para fornecer conectividade dentro de todo o Corredor. Basicamente estão definidas várias localizações de intervenção para, em cada uma, se construir uma rede enterrada de telecomunicações e sinalização em cerca de 2.500ml. Esta rede comunicará com uma unidade central que compreenderá a construção das fundações para a Torre de Telecomunicações e unidades de produção de energia. A empreitada está localizada nas províncias de Niassa e Nampula, zona geográfica de Moçambique já bem explorada pela Gabriel Couto, onde estão actualmente a decorrer vários projectos para o mesmo cliente. Estão actualmente mobilizadas, para esta zona do país, várias frentes de trabalho, associadas a várias empreitadas. A primeira aproximação foi em 2011, durante o estudo técnico e económico realizado para a empreitada da N13, onde já na altura foram realizados os primeiros levantamentos para as pedreiras que estão actualmente em plena exploração. Os trabalhos agora adjudicados desenvolvem-se entre a Fronteira do Malawi (Entre- Lagos) e Mutivasse. estando Multivasse a cerca de 30 km de Nampula. O grande desafio a ultrapassar será o número de áreas a construir, no prazo previsto para a execução dos trabalhos, cerca de 9 meses, na extensão total da empreitada. Tratando- se de uma área de intervenção tão extensa surge uma complexidade acrescida nos processos associados à logística, que certamente a Gabriel Couto, mais uma vez, irá superar e concluir esta obra com sucesso e bom desempenho das equipas envolvidas.

  • A Gabriel Couto Moçambique investe em concepção-construção 01-01-2015
    A Gabriel Couto Moçambique investe em concepção-construção
    Open or Close
    A Gabriel Couto Moçambique investe em concepção-construção

    A Gabriel Couto em Moçambique aposta na área da concepção – construção A Gabriel Couto tem actualmente constituído um corpo técnico em Moçambique (sedeado em Nampula e liderado pelo Eng.º David Pereira), para o desenvolvimento de Projectos de Arquitectura e Engenharia. Esta aposta, fruto do conhecimento e das necessidades do mercado local, permite à empresa dar resposta às necessidades dos clientes, desenvolvendo e optimizando os seus Projectos de Investimento, constituindo-se como um parceiro ideal para o desenvolvimento integral do projecto, desde a fase de concepção até à entrega da obra concluída (entrada em serviço). Destacam-se vários projectos já realizados ao nível de Infra-estruturas de loteamento industriais, naves industriais, armazéns, infra-estruturas de águas, aquedutos e obras para silos de armazenagem.

  • A Gabriel Couto conclui a construção da loja Decathlon em Portimão num prazo de 4 meses 08-10-2014
    A Gabriel Couto conclui a construção da loja Decathlon em Portimão num prazo de 4 meses
    Open or Close

    No passado dia 8 de Outubro 2014, reabriu ao público a loja Decathlon em Portimão, por trás da antiga Adega Cooperativa, considerada pela marca como «a melhor zona comercial de Portimão», numa posição de “stand alone”, com ampla oferta de estacionamento gratuito e com cerca de 1500 metros quadrados de área comercial. Foi mais um projecto bem sucedido da Gabriel Couto, que com uma equipa coesa e planeamento eficaz garantiu o sucesso na execução da obra, no prazo de 4 meses.

  • Prémios 2014-REABILITAÇÃO NA CONSTRUÇÃO 03-10-2014
    Prémios 2014-REABILITAÇÃO NA CONSTRUÇÃO
    Open or Close

    A Gabriel Couto vence na categoria CONSTRUTORA, com o projecto do HOTEL B&B em Évora.

  • NACALA RAILWAY CORRIDOR PROJECT 01-09-2014
    NACALA RAILWAY CORRIDOR PROJECT
    Open or Close
    NACALA RAILWAY CORRIDOR PROJECT

    Foi adjudicada à Gabriel Couto a empreitada Nacala Railway Corridor Project – Section 6 – Railway Earthworks and Drainage, com um valor de contrato de cerca de US$ 20M (Vinte Milhões de Dólares Norte Americanos), e cujo Dono de Obra é a empresa brasileira de mineração Vale Moçambique Limitada. A empreitada, com um prazo de execução de 6 meses, tem como objecto a construção de 5 zonas de entrecruzamento de composições ferroviárias, envolvendo terraplenagem, drenagem e camadas de pavimento e localiza-se entre a cidade de Cuamba e a fronteira com o Malawi, em território Moçambicano. Este contrato está enquadrado num avultado investimento transfronteiriço que a empresa está a desenvolver para reabilitação e beneficiação de cerca de 900 km de linha férrea no norte de Moçambique, de modo a agilizar o transporte de carvão que explora na província de Tete para o porto marítimo da cidade de Nacala. A escolha da Gabriel Couto para executar os trabalhos neste prazo exigente demonstra bem a confiança que a empresa inspira no mercado da construção, graças ao seu desempenho e eficiência.

  • Politécnico de Beja recebe menção especial conferida nos “Architizer A+Awards” 27-06-2014
    Politécnico de Beja recebe menção especial conferida nos “Architizer A+Awards”
    Open or Close
    Politécnico de Beja recebe menção especial conferida nos “Architizer A+Awards”

    Foi atribuída recentemente à Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Beja uma menção especial conferida nos “Architizer A+Awards”, nas categorias Tipologia Institucional e Instituições de Investigação do Ensino Superior.
    O Architizer, prestigiado website e com o mais rápido crescimento do mundo no âmbito da arquitectura, vem deste modo premiar mais um edifício construído pela Gabriel Couto. Felicitamos aqui o gabinete de arquitectura, Montenegro Arquitectos Lda. e o Arquitecto Nuno Montenegro.
    O edifício é formado por 2 pisos acima da cota de soleira. Uma vez que o primeiro piso se destaca do terreno onde o edifício se implanta, a imagem geral do bloco edificado é constituída por um volume visualmente suspenso em consola, permitindo uma inserção suave com o declive do terreno. A materialização do edifício visa fundamentalmente uma ténue integração na envolvente, articulando o complexo construído com a topografia e geografia locais, procurando que a sua materialidade o insira naturalmente sobre o plano do território existente. Os dois elementos essenciais na caracterização do edifício são o pórtico de entrada e a grande praça central. O pórtico da entrada do edifício é desenvolvido a partir de um volume caracterizado por uma estrutura dotada de escala e proporção invulgares o que o torna num dos maiores vãos habitados conhecidos. O pórtico desempenha ainda uma função de identificação da própria instituição, constituindo em si mesmo, um símbolo do Instituto Politécnico, como expressão de um conceito de uma escola aberta em direcção ao seu futuro tecnológico. O segundo elemento singular do conjunto construído é a grande praça central, pelo contexto espacial que delimita, no âmbito do complexo construído, constituindo uma importante referência, juntamente com a localização do referido pórtico.
    A Gabriel Couto, mais uma vez, respondeu a todos os desafios, em especial à complicada execução do pórtico dos auditórios, com a elaboração rigorosa e metódica das fases de planeamento e do faseamento construtivo associados às necessidades do projecto.
    Saber mais...

  • Gabriel Couto nas III Jornadas de Reabilitação Urbana 26-06-2014
    Gabriel Couto nas III Jornadas de Reabilitação Urbana
    Open or Close
    Gabriel Couto nas III Jornadas de Reabilitação Urbana

    Decorreram no passado dia 12 de Junho as III Jornadas de Reabilitação de Infraestruturas e de Edifícios, RIE2014, na Universidade Lusófona do Porto. Organizadas pela Faculdade de Ciências Naturais Engenharias e Tecnologia são um fórum de discussão entre o universo académico e empresarial, para troca de experiências técnico-científicas bem como para a aquisição e partilha de novos conhecimentos, técnicas e tecnologias. Estas jornadas tiveram uma grande adesão contando com 13 apresentações, mais de 120 participantes, e uma visita técnica às obras de reabilitação da Igreja e Torre dos Clérigos. A Gabriel Couto apoiou as Jornadas e participou com uma apresentação sobre “Reabilitação Urbano do eixo Mouzinho da Silveira – Flores” proferida pela Engª Ana Rita Almeida.

  • 1ºUrban Market Solidário de Famalicão 15-01-2014
    1ºUrban Market Solidário de Famalicão
    Open or Close
    1ºUrban Market Solidário de Famalicão

    Decorreu no passado dia 28 de Dezembro de 2013, no Parque da Devesa em Famalicão, o 1ºUrban Market Solidário de Famalicão. Integrado na politica interna de responsabilidade social da Gabriel Couto englobou um programa cultural e recreativo, que contou não só com a participação dos colaboradores da empresa mas também de toda a sociedade em geral. As vendas deste evento, reverteram para a AFPAD associação Famalicense de apoio aos deficientes, cuja participação integrou o programa e alegrou o convívio.
    Reportagem...

  • Todos os direitos reservados - © 2014 - Construções Gabriel A. S. Couto, S.A.
  • SIGA-NOS:
AIR JORDAN 3.5 MEN,AIR JORDAN XXXI,AIR JORDAN XXXI MEN,NIKE ROSHE TWO FLYKNIT,BASKETBALL SCHUHE,ADIDAS YEEZY 350 BOOST V2
Friend link:Nike Huarache Mens Shoes,Nike Air Jordan Sky High OG Shoes,Nike Air Max 1 Ultra SE Shoes,Nike Air Max 2016,2017 Nike Air Max,Nike Air Max 90 Mid